terça-feira, 17 de junho de 2014

As Sete Leis Universais




LEI DE CAUSA E EFEITO:

Tudo o que você pensa, fala e faz, volta pra você.

Cada palavra, pensamento ou ação enviam para o universo ondas eletromagnéticas fazendo com que se tornem realidade.

LEI DO RETORNO:

A Lei do Retorno é muito justa, você pensou em algo e esqueceu, e/ou não classificou esse “algo” como ruim, acaba causando o desmembramento de outros fatos igualmente ruins. Tudo o que se pensa, fala e faz de ruim, tem retorno ruim.

LEI SEMELHANTE ATRAI SEMELHANTE:

Cada vez que você envia energias - boas ou más – para o universo, está atraindo energias semelhantes à sua. Tudo que acontece ao seu redor você é responsável, inclusive os acidentes, pois as vibrações estão na mesma frequência.

LEI DO SILÊNCIO:

Cada vez que você critica alguém ou faz comentários sobre briga de vizinhos, sobre assaltos, problemas pessoais ou ciúmes, aumenta a energia negativa, que acaba somatizando nos corpos sutis até chegar ao corpo físico, seja como doenças, acidentes, etc.

É preferível se calar a falar palavras negativas.

LEI DA PROJEÇÃO:

Essa lei ocorre quando você se projeta, inconscientemente, no outro. Por exemplo: alguém tem uma qualidade que você admira. É porque você tem essa mesma qualidade guardada no seu subconsciente.

O mesmo acontece quando você não gosta de determinado comportamento ou defeito de uma pessoa, significa que você tem o mesmo comportamento ou defeito dentro de si mesmo e, como não consegue identificá-los, se projeta no outro.

LEI DA DOAÇÃO:

Serve para movimentarmos as nossas energias e assim atrair a prosperidade. Você precisa doar-se para que essa energia de “doação”, que pode ser qualquer tipo, transforme as vibrações negativas em positivas.

LEI DO DISTANCIAMENTO:

É a compreensão de que nada nos pertence, nem mesmo as pessoas de nossa família (pai, mãe, filhos), amigos, animais domésticos e bens materiais. Tudo é passageiro em nossa vida, inclusive o nosso corpo físico.

Devemos amar e estar presentes em tudo que está a nossa volta, porém devemos nos conscientizar, com sabedoria, do desapego amoroso.

Amar é estar presente, mas consciente das Leis do Universo, para não nos deixarmos abater emocionalmente.

Cristina Cairo

por ana maria teodoro massuci em







LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...