terça-feira, 22 de novembro de 2011

Lendas Celtas Irlandesas X - A Filha do Rei da Juventude



                               


Enquanto Finn e seu filho Oisin, junto a vários companheiros, caçavam em uma manhã brumosa de verão pela margem do lago Lena, foram investigar uma belíssima moça, montada em um corcel branco como a neve. Ela levava um traje de rainha: uma coroa de ouro e um manto de seda marrom com estrelas de ouro que a envolviam e arrastavam pelo solo.

Seu Cavalo levava adornos de ouro.

A donzela se aproximou de Finn e com ele falou:

-Desde longe vim e te encontrei, Finn, filho de Cumhal.

-Qual é sua terra, donzela, e o que desejas de mim?

-Meu nome é Niam a do cabelo dourado. Sou filha do rei da Terra da Juventude, e o que me trouxe aqui é o amor pelo vosso filho Oisin.

Ela girou e falou com o jovem guerreiro e lhe falou com uma voz que ninguém poderia negar algo que fosse pedido:

-Virá comigo, Oisin, à terra de meus pais?

-Contigo irei até o fim do mundo.

Então a donzela falou sobre sua terra, e enquanto o fazia, uma calma de sonhos inundou todas as coisas. Nenhum cavalo se moveu, os cães deixaram de latir, nenhum som do vento mexeu as folhas do bosque.Os homens estavam tão maravilhados que tudo o que ela falou, só puderam se lembrar:

É uma terra deliciosa, acima de todos os sonhos

Mais bela que qualquer coisa jamais vista pelos olhos.

Lá todos os anos têm frutos nas árvores.

E durante todo o ano as plantas florescem.

Ali as árvores mel selvagem gotejam.

E o vinho e o hidromel nunca terminam.

Nenhum habitante conhece a dor ou a doença

E a morte ou decadência nunca estão perto de lá.

A festa nunca se interrompe nem a caça cansa,

Nem tão pouco para de tocar as músicas dos salões;

O ouro e as jóias da Terra da Juventude brilham com esplendor jamais conhecidos por homem algum.

Terás cavalos de boa linhagem

Terás cães que correm mais que o vento

Uma centena de guerreiros que o seguirão nas batalhas

Uma centena de donzelas que cantarão para que possas dormir.

Uma Coroa do Soberano levarás na fronte,

E ao teu lado uma arma mágica sempre estará,

E será o senhor de toda a Terra da Juventude,

E senhor de Niam dos cabelos dourados

Ao terminar a canção, Oisin foi montar no corcel mágico, e, sustentando a donzela em seus braços desapareceu como um raio de luz faria no bosque.

Traduzido por Bruno (Mr.Doisflor)

Fonte: http://www.tocadoelfo.com.br/







LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...