domingo, 16 de outubro de 2011

Lendas Celtas Irlandesas IV




Bres vai conhecer seu pai, Elatha mac Delbaith


Numa ocasião, um poeta foi a casa de Bres procurando hospitalidade (este era Coirpre, filho de Etain, o poeta dos Tuatha De Danann), ele entrou numa apertada, suja, escura, e pequena casa; e ali não havia fogo nem móveis nem cobertores. Três pequenos bolos foram trazidos a ele num pequeno prato, e eles estavam secos. No dia seguinte ele acordou, e ele não estava grato. Enquanto ele ia para o pátio, ele disse:

"Sem comida rapidamente no prato,
Sem leite de vaca para os bezerros crescerem,
Sem habitações humanas na escuridão da noite,
Sem pagamento para uma companhia de contadores de histórias, esta é a situação de Bres."

"A prosperidade de Bres não existirá por muito tempo," ele disse, e isso era verdade. Havia apenas destruição nele desde aquela hora; e esta foi a primeira sátira que ele fez na Irlanda.

Ora, depois os Tuatha De Danann foram falar com seu filho adotado Bres mac Elathan, e eles pediram-lhe seus reféns. Ele entregou-lhes a restauração da realeza, e eles não lhe respeitaram como devidamente qualificado para governar daquele momento em diante. Ele exigiu permanecer até o fim de sete anos. "Você terá o que pede," a mesma assembléia concordou "garantindo que a guarda de todo pagamento destinado a ti — incluindo casa e terras, ouro e prata, gado e comida – serão garantidos pelas mesmas formas de segurança, e que teremos liberdade de tributo e pagamento até então."

"Vocês terão o que pedem," disse Bres.

E é por tal razão que pediram o atraso: para que ele conseguisse juntar os guerreiros de sid, os Fomorianos, para tomar posse dos Tuatha através da força desde que ele conseguisse uma exorbitante vantagem. Ele não estava disposto a ser afastado de seu reinado.

Então ele foi para sua mãe e lhe perguntou onde estava sua família. "Eu estou certa sobre isso," ela disse, e foi para a colina da qual ela viu o navio prateado no mar. Ela então foi para a praia. Sua mãe lhe deu o anel que foi deixado com ela, e ele o colocou em seu dedo médio, e ele coube. Ela não abriu mão dele por ninguém, tampouco para vender ou presentear. Até aquele dia, não houve nenhum dos motivos que se ajustasse a isso.

Então eles avançaram até que alcançaram a terra dos Fomorianos. Eles chegaram a uma grande campina com muitas comunidades sob ela, e eles alcançaram a melhor destas comunidades. Dentro, pessoas exigiram informações sobre eles. Então eles perguntaram se eles possuíam cachorros, já que neste tempo isso era um costume quando um grupo de homens visitava outra comunidade, para desafiá-los em uma amistosa competição. "Nós possuímos cachorros," disse Bres. Então os cães participaram de uma corrida, e aqueles dos Tuatha eram tão rápidos quanto os dos Fomorianos. Então perguntaram se eles possuíam cavalos para correr. Eles responderam "Nós temos", e eles eram tão rápidos quanto os cavalos dos Fomorianos

Então perguntaram se eles possuíam qualquer um que fosse bom com a espada, e ninguém foi encontrado entre eles exceto Bres. Mas quando ele levantou a mão com a espada, seu pai reconheceu o anel em seu dedo e perguntou quem o guerreiro era. Sua mãe respondeu em seu favor e contou ao rei que Bres era seu filho. Ela relatou-lhe toda a história como já foi relatado.

Seu pai estava melancólico a respeito dele, e perguntou "Que força traz você para fora das terras que governa?"

Bres respondeu "Nada me traz exceto minha própria injustiça e arrogância. Eu desprovi-os de suas preciosidades e posses e de sua própria comida. Nenhum tributo nem pagamento foi recebido deles até agora."

"Isso é mau" disse seu pai. "Melhor a prosperidade deles do que de sua realeza. Melhor seus pedidos do que suas maldições. Porque então você veio?" perguntou seu pai.

"Eu vim para pedir-lhe guerreiros" ele disse. "Eu pretendo tomar aquela terra pela força."

"Você não deve ganhá-la pela injustiça se não pode ganhá-la pela justiça" ele disse.

"Eu tenho uma pergunta então: que conselho pode dar a mim?" disse Bres.

Depois disso, ele mandou-lhe para o campeão Balor, neto de Net, o rei dos Hebrides, e para Indech mac De Domnann, o rei dos Fomorianos; e estes reuniram todas as forças desde Lochlainn na direção do oeste para a Irlanda, para impor seus tributos e seu governo sob eles pela força, e eles fizeram uma única ponte de barcos desde as Hebrides até a Irlanda.

Nenhuma tropa chegou a Irlanda que não fosse mais assustadora e terrível que as tropas dos Fomorianos. Existia rivalidade entre os homens da Scythia de Lochlainn e os homens fora das Hebrides a respeito desta expedição.

Quanto aos Tuatha De Danann, porém, isso é discutido aqui.

Depois de Bres, Nuadu estava uma vez mais na soberania dos Tuatha De; e neste tempo ele organizou um grande banquete para os Tuatha De em Tara. Ora, havia certo guerreiro cujo nome era Samildanach a caminho de Tara. Naquele tempo existiam uns porteiros em Tara chamados Gamal mac Figail e Camall mac Riagail. Quando o segundo estava em serviço, ele viu uma estranha companhia vindo em sua direção. Um belo, forte e jovem guerreiro com um diadema real atado à fronte.

Eles ordenaram ao porteiro que anunciasse sua chegada a Tara. O porteiro perguntou "Quem está aqui?".

"Lug Lormansclech está aqui, o filho de Cian, filho de Dian Cecht e de Ethne, filha de Balor. Ele é o filho adotado de Tailtiu, a filha de Magmor, o rei da Espanha, e de Eochaid Garb mac Duach."

O porteiro então perguntou a Samildanach "Que artes você pratica? Ninguém sem alguma arte entra em Tara."

"Perguntou-me", ele disse. "Eu sou um construtor."

O porteiro replicou "Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um construtor, Luchta mac Luachada."

Ele disse "Perguntou-me, porteiro: Eu sou um ferreiro."

O porteiro replicou "Nós já possuímos um ferreiro, Colum Cualeinech das três novas técnicas."

Ele disse "Perguntou-me: Eu sou um campeão."

O porteiro replicou "Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um campeão, Ogma mac Ethlend."

Ele disse novamente "Perguntou-me. Eu sou um harpista", ele disse.

"Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um harpista, Abcan mac Bicelmois, o que foi escolhido pelos homens dos três deuses nas muralhas de sid."

Ele disse "Perguntou-me: Eu sou um guerreiro."

O porteiro replicou "Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um porteiro, Bresal Etarlam mac Echdach Baethlaim."

Então ele disse "Perguntou-me, porteiro. Eu sou um poeta e um historiador."

"Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um poeta e historiador, En mac Ethamain."

Ele disse "Perguntou-me. Eu sou um feiticeiro."

"Nós não precisamos de você. Nós já possuímos feiticeiros. Nossos druidas e nossas pessoas de poder são numerosos."

Ele disse "Perguntou-me. Eu sou um médico."

"Nós não precisamos de você. Nós temos Dian Cecht como médico."

"Perguntou-me" ele disse. "Eu sou um copeiro."

"Nós não precisamos de você. Nós já possuímos copeiros: Delt e Drucht e Daithe, Tae e Talom e Trog, Gle e Glan e Glesse."

Ele disse "Perguntou-me: Eu sou um bom braseiro."

"Nós não precisamos de você. Nós já possuímos um braseiro, Credne Cerd."

Ele disse "Pergunte ao rei se ele possui um homem que possua todas essas artes; se ele possuir, eu não estarei apto para entrar em Tara."

Então o porteiro foi para o salão real e contou tudo ao rei. "Um guerreiro chegou em frente ao palácio", ele disse, "chamado Samildanach; e todas as artes que ajudam seu povo, ele as pratica todas, de forma que ele é o homem com cada uma e toda arte."

Então ele disse que eles lhe trouxessem os tabuleiros de fidchell de Tara, e ele venceu todas as apostas, e fez a cro de Lug. (Mas se fidchell foi inventado no período da guerra de Tróia, ele ainda não tinha chegado à Irlanda, pois a batalha de Mag Tuired e a destruição de Tróia ocorrem ao mesmo tempo.)

Então isso foi relatado a Nuadu. "Deixe-o entrar no palácio" disse Nuadu, "Já que um homem assim nunca veio a esta fortaleza."

Então o porteiro deixou-o passar, e ele entrou na fortaleza, ele sentou-se no lugar do sábio, porque ele era um sábio em cada arte.

Então Ogma atirou o ladrilho, o qual precisava de oitenta juntas de bois para ser movido, pelo lado do salão, de forma que o projetou para fora de Tara. Isto era para desafiar Lug, que arremessou a pedra de volta, de forma que a projetou de volta para o centro do salão real; e ele jogou a peça que se arrastou novamente pelo lado do salão real de modo que este estava inteiro novamente.

"Conceda que uma harpa seja tocada para nós", disseram os anfitriões. Então o guerreiro tocou uma doce música para os anfitriões na primeira noite, colocando-os para dormir desde aquele hora até a mesma hora do dia seguinte. Ele tocou uma música triste de forma que eles choraram e lamentaram. Ele tocou uma música alegre de forma que eles sorriram e se regozijaram.

Então Nuadu, quando viu os muitos poderes do guerreiro, considerou se ele poderia libertá-los da escravidão que eles sofriam nas mãos dos Fomorianos. Assim, eles realizaram um conselho a respeito do guerreiro, e a decisão a que Nuadu chegou foi a de trocar de assento com o guerreiro. Assim, Samildanach sentou na cadeira real, e o rei acordou antes dele até que treze dias tivesse passado.

No dia seguinte, ele e seus dois irmãos, Dagda e Ogma, conversaram juntos em Grellach Dollaid; e seus dois parentes Goibniu e Dian Cecht estavam reunidos com eles.

Eles passaram um ano inteiro nessa conferência secreta, de forma que Grellach Dollaid é chamada Amrun dos Homens da Deusa.

Então os druidas da Irlanda se reuniram a eles, juntamente com seus médicos e seus cocheiros e seus ferreiros e seus ricos proprietários de terras e seus juristas. Eles conversaram juntos secretamente.

Então ele perguntou ao feiticeiro, cujo nome era Mathgen, que poder ele detinha. Ele respondeu que poderia sacudir as montanhas da Irlanda debaixo dos Fomorianos até que seus picos desmoronassem. E isso lhes pareceria como se as doze principais montanhas da Irlanda estivessem lutando em favor dos Tuatha De Danann: Slieve League, e Denda Ulad, e as Montanhas Mourne, e Bri Erigi e Slieve Bloom e Slieve Snaght, Slemish e Blaisliab e a Montanha Nephin e Sliab Maccu Belgodon e as Colinas Curlieu e Croagh Patrick.

Então ele perguntou ao copeiro que poder ele detinha. Ele respondeu que poderia servir os doze principais lagos da Irlanda na presença dos Fomorianos e eles não mais encontrariam água neles, mas sedentos ficariam. Estes eram os lagos: Lough Derg, Lough Luimnig, Lough Corrib, Lough Ree, Lough Mask, Strangford Lough, Belfast Lough, Lough Neagh, Lough Foyle, Lough Gara, Loughrea, Marloch. Eles procedem dos doze principais rios da Irlanda – o Bush, o Boyne, o Bann, o Blackwater, o Lee, o Shannon, o Moy, o Sligo, o Erne, o Finn, o Liffey, o Suir – e eles seriam ocultados dos Fomorianos de modo que eles não encontrariam uma gota neles. Mas bebida ele poderia providenciar para os homens da Irlanda, mesmo se eles ficassem em batalha por sete anos.

Então Figol mac Mamois, druida deles, disse, "Três chuvas de fogo cairão nas faces das hostes dos Fomorianos, e eu capturarei dois terços de sua coragem e de sua destreza nas armas e de sua força, e eu prenderei a urina deles em seus próprios corpos e nos corpos de seus cavalos. Cada respiração que os homens da Irlanda exalarem aumentará sua coragem e sua destreza nas armas e sua força. Mesmo se eles ficarem em batalha por sete anos, eles não se cansarão de maneira nenhuma.”

O Dagda disse "Os poderes que vocês possuem, utilizarei todos com destreza."

"Você é o Dagda ['o Bom Deus']!" disseram todos, e "Dagda" ele foi chamado desde então.

Então eles dispensaram o conselho para reunirem-se, desde esse dia, três anos depois.

Então, depois que a preparação para a batalha foi terminada, Lug e o Dagda e Ogma foram os três deuses de Danu (a mãe de todos os deuses), e eles concederam a Lug equipamentos para a batalha; e por sete anos eles se prepararam e forjaram suas armas.

Então ela disse-lhe "Tome para si a batalha que causará a queda de um reino." 


Morrigan disse para Lug: 


"Acorde..."

Então Figol mac Mamois, o druida, profetizou a batalha e fortaleceu os Tuatha De, dizendo:

"A batalha ocorrerá.”





Nota: Fidchell é uma espécie de xadrez jogado na Irlanda.













LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...