segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Lendas Celtas Irlandesas I

As lendas celtas, além de muito bonitas, são ricas em simbologias... e extensas.


Por isso, vamos conhecê-las aos poucos, evitando, assim, a leitura muito longa, sem, porém, perder o fascínio que causam.


O Conto abaixo trata da Batalha de Mag Tuired e do nascimento de Bres, filho de Elatha, e seu Reinado.




Os Tuatha De Danann viviam nas ilhas ao norte do mundo, estudando a sabedoria oculta e a feitiçaria, as artes druídicas e a magia e a habilidade mágica, até que eles sobrepujaram todos os sábios das artes do paganismo.

Eles estudaram a sabedoria oculta e o conhecimento secreto e as artes diabólicas em quatro cidades: Falias, Gorias, Murias, e Findias...

Para Falias foi trazida a Pedra de Fal que estava localizada em Tara. Ela era usada para gritar quando o verdadeiro rei da Irlanda se pusesse de pé sobre ela.

Para Gorias foi trazida a lança que Lug possuiu. Nenhuma batalha foi alguma vez sustentada contra ela, ou contra o homem que a segurasse em sua mão.

Para Findias foi trazida a espada de Nuadu. Ninguém jamais escapou dela uma vez que estivesse fora de sua mortífera bainha, e ninguém poderia opor-se a ela.

Para Murias foi trazido o Caldeirão de Dagda. Nenhuma companhia alguma vez o deixou insatisfeito.

Havia quatro magos nestas quatro cidades. Morfesa estava em Falias; Esras estava em Gorias; Uiscias estava em Findias e Semias estava em Murias. Estes eram os quatro bardos de quem os Tuatha De Danann aprenderam a sabedoria oculta e o conhecimento secreto.

Os Tuatha De Danann fizeram então aliança com os Fomorianos, e Balor, o neto de Net, deu sua filha Ethne a Cian, o filho de Dian Cecht. E ela gerou a gloriosa criança, Lug.

Os Tuatha De Danann chegaram a Irlanda com uma grande esquadra para tomá-la a força dos Fir Bolg. Após chegarem ao território de Corcu Belgatan (atualmente Conmaicne Mara), eles imediatamente queimaram seus barcos de forma que não pensassem em fugir neles. A fumaça e a névoa saída dos barcos encheram a terra e o ar ao redor. Por esta razão se pensou que eles chegaram em nuvens de neblina.

A Batalha de Mag Tuired foi travada entre eles e os Fir Bolg. Os Fir Bolg foram derrotados, e cem mil dos seus foram mortos incluindo o rei, Eochaid mac Eire.

A mão de Nuadu foi cortada fora nessa batalha, Sreng mac Sengainn a golpeou. Então com Credne, o brazeiro, o ajudando, Dian Cecht, o médico, colocou nele uma mão de prata que se mexia como qualquer outra mão.

Ora, os Tuatha De Danann perderam muitos homens na batalha, incluindo Edleo mac Allai, e Ernmas, e Fiacha, e Tuirill Bicreo.

Então aqueles dos Fir Bolg que escaparam da batalha fugiram para os Fomorianos, e eles se estabeleceram em Arran e em Islay e em Man e em Rathlin.

Havia uma disputa quanto a soberania dos homens da Irlanda entre os Tuatha De Danann e suas esposas desde que Nuadu se tornou inelegível para a realeza depois que sua mão foi cortada fora. Eles diziam que o homem apropriado para tomar o reino era Bres, o filho de Elatha, filho adotivo deles, e que o entregando à criança atariam uma aliança com os Fomorianos, visto que seu pai, Elatha mac Delbaith, era o rei dos Fomorianos.

Ora, a concepção de Bres se deu desta forma:

Um dia uma mulher dos Tuatha De Danann, Eriu, a filha de Delbaeth, estava olhando para o mar e a terra de sua casa de Maeth Sceni; e ela viu o mar perfeitamente calmo como se fosse uma tábua lisa. Depois disso, no tempo em que esteve ali, ela viu uma coisa: um navio de prata apareceu para ela no mar. Seu tamanho lhe pareceu grande mas sua forma não ficou clara para ela; e a corrente do mar carregou-o até a terra.

Então ela viu que o navio trazia um homem de bela aparência. Ele tinha um cabelo louro dourado que lhe caia pelos ombros, e uma capa com ataduras de ouro. Sua camisa possuía ornamentos de ouro. Em seu peito estava um broche de ouro com uma brilhante pedra preciosa. Trazia duas brilhantes lanças de prata e nelas duas firmes pontas de bronze. Cinco anéis de ouro lhe rodeavam da nuca. Carregava uma espada dourada com inscrições em prata e botão dourado.

O homem disse a ela: "Poderia eu ter um momento de amor contigo?".

"Certamente ainda não marquei nosso encontro", ela disse.

"Venha sem o encontro", ele respondeu.

Então deitaram juntos, e a mulher chorou quando o homem subiu outra vez.

"Porque você está chorando?", ele perguntou.

"Eu tenho duas razões para lamentar", disse a mulher, "separar-me-ei de ti, todavia nós nos conhecemos hoje, e os jovens homens dos Tuatha De Danann têm implorado em vão me possuir como você fez."

"Sua ansiedade sobre essas duas coisas será removida," ele disse. Ele tirou seu anel de ouro do dedo médio e o colocou na mão dela, e disse-lhe que ela não deveria abrir mão dele, nem para vender, tampouco para presentear, exceto para alguém em cujo dedo ele coubesse.

"Outra coisa me preocupa", disse a mulher, "eu não sei quem esteve comigo e me possuiu".

"Você não ficará ignorante de tal pessoa", ele disse. "Elatha mac Delbaith, rei dos Fomorianos, esteve contigo. Você dará a luz a um filho como resultado de nossa união, e não darás outro nome a ele além de Eochu Bres (isto é, Eochu, o belo), porque cada bela coisa que ser ver na Irlanda, como planície e fortaleza, cerveja e vela, mulher e homem e cavalo serão julgados em relação e este menino, de forma que as pessoas dirão a estas coisas, 'Isto é um Bres.'"


Então o homem foi embora, e a mulher retornou para sua casa, e a famosa fecundação se deu nela.

Então ela deu a luz a um menino, e o nome Eochu Bres foi lhe dado como Elatha havia dito. Uma semana depois do acontecimento o menino já tinha duas semanas de crescimento; e ele manteve esse crescimento por sete anos, ao fim dos quais havia se desenvolvido como uma criança de quatorze anos.

Como resultado da disputa que acontecia entre os Tuatha De Danann, a soberania da Irlanda foi dada para este jovem; e ele deu sete reféns aos guerreiros da Irlanda (seus parentes por parte de mãe) como garantia da restituição da soberania Irlandesa, caso ele praticasse maus atos. Então sua mãe lhe deu seu reino, e ele possuía uma fortaleza construída neste reino, Dun mBresse. E foi o Dagda que construiu esta fortaleza.

Mas depois de Bres ter assumido a soberania, três reis Fomorianos (Indech mac De Domnann, Elatha mac Delbaith e Tethra) impuseram um tributo à Irlanda, e não havia fumaça de uma casa na Irlanda que não estivesse sob este tributo. Além disso, os guerreiros da Irlanda estavam reduzidos para servi-los: Ogma, debaixo de uma pilha de madeira e o Dagda como um construtor de defesas, e ele construiu uma fortificação em volta da fortaleza de Bres.











LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...